11 de set de 2012

Todo mundo é uma ilha


Versão extraída do VHS Filmes de Guerra, Canções de Amor. "Gravado" no Theatro Ipanema, Rio de Janeiro, em 1993, com acompanhamento da Orquestra Sinfônica Brasileira e regência de um dos arranjadores mais talentosos que já ouvi, Wagner Tiso. 

O interessante deste álbum é que ele parece um armazém de secos e molhados: tem de tudo. Duas das 12 músicas foram gravadas no show feito em Nagoya, naquele mesmo ano. Só pra quem foi no show ou pra quem tem a fita original é possível degustar da canção que dá nome ao álbum, mas que não entrou no vinil.
Destaque para o blues arretado e metalizado de às vezes nunca, que, como toda frase, acaba com um riso de auto-ironia.

9 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Dois pratos de trigo pra dois tigres tristes. Esse assobio do teu post gruda, hein?

    ResponderExcluir
  3. Eu é que peço desculpas por ser inconveniente. Mas lá tem o mesmo clima que aqui, daí me sinto em "casa". Não é sempre que se lê segredos de liquidificador.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Nunca me lembro de bate e pronto, mas é a Torre que tá no Porão, mostrando suas luzes para parede; ou fazendo sombras nas luzes de vela. E como estamos em reforma, ainda estou revestindo os túneis com acolchoados.

      Excluir
  4. tabitinha meu amor que música linda!!
    obrigada pelo filtro dos sonhos, com certeza o meu sonhando e meu sono ficarão muito melhor com a sua proteção e carinho.
    se todo mundo é uma ilha espero que as nossas ilhas sempre possam ter alguma forma de conexão...
    se vc quiser pode ser a minha estrelinha da noite e eu posso ser a sua estrelinha da manhã!!! rsrs
    ficou brega isso né!? desculpa! é que todas as cartas de amor são ridículas!! ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sualinda, não me agradeça. A música é. E o filtro já era seu, só precisava ser consagrado, desejando que seu sono possa te fortalecer na vida real; pra você não ficar à deriva, entre âncora e vela, nesses mapas do ocaso. Não é brega! Logo eu, que vivo de arquétipos. Seus cabelos dourados vão iluminar minhas manhãs. SM, MP, TA, SG.

      Excluir
  5. sobre a pinguinha, o choro de leve e tudo mais eu aceito! estou precisando aliás... a que vc me deu ainda está guardada pra quando tiver companhia!! beijo!

    ResponderExcluir

Éam?!?