20/06/2014

She run among the train

Um barbante preso em laço, parafusos n'areia, teu corpo inteiro no meu abraço.
Cortante como a morte, inconcluso como o amor, incerto como a sorte.
Amalgamada, estavas naquele frame quase imperceptível entre a paisagem e a correnteza;
Na beleza da obstinada procura pela definição aporismada.



10/04/2014

Mosaico

Começo na metade da nossa história. Nesse presente, eu te conduzi até o sol ardido de uma tarde gelada. Sua tosse me causava uma estranha e exagerada preocupação. A cada gole de ar desesperado, eu sentia como se meus nervos fossem cordas dedilhadas vigorosamente por um violonista. Eu lhe dava meu sorriso, mas meus olhos não podiam evitar a expectativa apreensiva de seu próximo gesto. E como sempre, surpreendentemente previsível, seu sorriso inteiro me desarma.


Vejo as pupilas dos teus olhos de amêndoas se dilatarem ao mirarem meu rosto. Como num caleidoscópio, reconheço as cores da aurora boreal refletidas nos finos fios dos teus cabelos negros. Eu te toco com o respeito de quem tutela algo que não lhe pertence, mas te sinto, não minto, sem arrepios: sua pele é uma extensão  'metaformoseada' da minha.
Esse não poema é como os planos que faço para o seu futuro: cheio de cuidadosa atenção e afeto, mas simples de coração.


Do alto da minha autoridade sobre você, eu preparo em meu caldeirão folhas de hera e infusões de Dill e Junípero, para um sorriso pueril e uma conduta de liberdade. Eu não sei o que teremos adiante, mas sei o que não quero; e pretensamente sei que um poeta precisa de amarguras para escrever, mas até elas eu quero passar com você. Um amigo já avisou: "elas passarão", ' nós passarinho'.




04/02/2014

Video of the day

Quando ouço a palavra raridade (e no ciberespaço ouvir e ler estão semanticamente conectados), um dos significados que me despontam da mente é o casamento entre formato e conteúdo. Na música, isso tem a ver com harmonia cheia - ou 'não vazia', melodia rica e letra cativante. E eu fui arrebatada por essa união poderosa em 3 minutos de vídeo. 

É esse tipo de experiência que os amantes da música buscam; essa sensação a que somos submetidos, entorpecidos, por algo tão leve e portentoso como o som. O som é tão poderoso, que me recordo de estar entre amigos surdos que se emocionaram ao ouvir assistir a uma orquestra, porque sentiram o som. E excetuando a emoção transportada naturalmente de mãe para filho, tive a impressão de que a Sophia, minha filha com dias de vida, tenha se impressionado também com os primeiros acordes de Androginismo, dos Almôndegas, primeira banda dos talentosos irmãos gaúchos Kleiton e Kledir.

E é por causa daqueles olhões arregalados, que largaram a mamada para olhar a TV, que reapareço no Porão, digitando com o indicador essas poucas palavras. 



   

19/10/2013

Amora



Elizabeth Sobkiw


Nada de estranho o teu encanto me falar
Adjuntos adverbiais de modo etilizados
E o teu olhar de amapoa me enfeitiçar

Naquela noite de acalanto, na esquina de um atalho

Eu procurei uma rima rica que traduzisse seu conjunto à toa
Mas meu pensamento voa montando um jogo dos seus traços

Santa margarida tupinambá


Abracei o seu abraço e argumentei à sua utopia
cores de batom abstracionistas
desvarios niilistas

E agora que te dispus ordinariamente
entre bukowski e baudrillard
aquele trecho do poema dos teus dentes

emergente faz de novo a mente gestar