16 de set de 2011

The Road Not Taken


Dan McCarthy

Two roads diverged in a yellow wood,
And sorry I could not travel both
And be one traveler, long I stood
And looked down one as far as I could
To where it bent in the undergrowth;

Then took the other, as just as fair,
And having perhaps the better claim
Because it was grassy and wanted wear,
Though as for that the passing there
Had worn them really about the same,

And both that morning equally lay
In leaves no step had trodden black.
Oh, I marked the first for another day!
Yet knowing how way leads on to way
I doubted if I should ever come back.

I shall be telling this with a sigh
Somewhere ages and ages hence:
Two roads diverged in a wood, and I,
I took the one less traveled by,
And that has made all the difference.

(Robert Lee Frost)

2 comentários:

  1. Olá Tabita! Dei uma voltinha por aqui e estou bem curiosa, voltarei mais vezes com certeza... tenho andado com um desafio de tentar enxergar e ouvir o outro, sempre um pouco mais, tentando passar da primeira impressão que é cheia do que a gente é misturado com o que estamos vendo ou ouvindo. Tudo isso pra dizer que esse lugar é muito diferente e cheio de possibilidades, muito propício para exercitar a visão do novo ou completamente diferente. Gostei principalmente do que vc escreve, senti falta das datas!!! ;) até loguinho!! rsrs

    ResponderExcluir
  2. Yuna, que honra! Você vir lá de Candy for a dream para uma Torre tão distante! Fico feliz em saber que Torre possa aumentar a tessitura da sua subjetividade. Sobre as datas, fato. Mais um grave pecado cometido pela minha ignorância digital. Juro que as coloquei, mas só deixaram os horários!!!
    Até e volte sempre! :)

    ResponderExcluir

Éam?!?