16 de out de 2012

Apoiscalipso

Essa é pra quando os tolos se assentarem na fama
Essa é pra quando acabarem os telegramas
Essa é pra quando as verdades estiverem sendo expostas
Essa é pra quando as minutas já tiverem propostas

Essa é pra quando abominarem o traçado da rua
Essa é pra quando falarem das prostitutas da grua
Essa é pra quando o cobrador der o alforrio
Essa é pra quando os cavalos não estiverem arredios  

Essa é pra quando a colmeia não puder reunir
Essa é pra quando perfurar a sonda em seu nariz
Essa é pra quando os reis não puderem dar jeito
Essa é pra quando a batuta não reger mais o concerto

Essa é pra quando a o cuspe for escarrado da janela
Essa é pra quando o adestrado não encantar mais com a tela
Essa é pra quando as bisnagas estiverem monocromáticas
Essa é pra quando as assinaturas não servirem pra nada


Essa é pra quando findar todo o óleo diesel
Essa é pra quando penetrar já não for mais aprazível
Essa é pra quando chegarmos no mês de Agosto

Essa é pra quando as identidades perderem seu pressuposto

"Essa é pra quando Judas retornar do inferno"
Essa é pra quando terminarem as rimas de bolso de terno

Essa é pra quando o pupilo estiver dilatado
"Essa é pra quando Deus estiver acordado"



Dran

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. essa é para agora. e dói demais sentir!

    ResponderExcluir
  3. Heroína. Uma das poucas drogas que não experimentei. Como que usa? Doi mesmo. Tá doendo e aperta, mas essa é pra quando a ferida estiver bem aberta.

    ResponderExcluir

Éam?!?