18 de jan de 2012

White Floyd

From the album Substance, New Order
Eu já vi esta sensação, viscosa, nula, ausente de meios, antes. Mas antes ela era inteira branca, vazia, posto que era a primeira. Agora é branca opaca, alaranjada, e piso neste ciclo, vibro nesta frequência mais uma vez.
Agora, como em alpha, vejo meu corpo da ponta, da ponta do meu nariz. E encosto os dedos nos "bicos" dos meus seios como se fosse de outra raiz.
Não excito, mas ligo por não mais ter nas mãos as claves das outras sinfonias. Os acidentes, as correntes; o andamento, o tempo e o tom das culturas, daquelas partituras.

                               "Só vejo obscuro, objeto, desejo indireto" 

Só sinto por ser tijolo nesta grande obra e ser destinada à sorte do ajudante. Na hora, que formato darei?
Mas nutro secretamente a pretensa esperança de poder, 'inda consciente, pisar nas próximas fases deste ciclo e gozar de seus regozijos, vícios, com um nariz maior.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Éam?!?